• Novo app Jornal O Dia
  • ITNET
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Themistocles diz que, se eleito, não disputará mais a presidência da Alepi

"Esse é um compromisso que firmei com os meus colegas", diz o deputado estadual que pode ser reeleito pela 8ª vez para a mesa diretora.

02/01/2019 16:11h

O deputado Themistocles Filho confirmou nessa quarta-feira (02) que, caso seja eleito para presidir a Assembleia Legislativa, no próximo dia 01 de fevereiro, não pretende mais disputar a eleição da mesa diretora da casa. Segundo ele, essa decisão tem o aval da bancada do MDB, e de representantes de outros partidos. 

“Se a gente for eleito, esse vai ser o último mandato. Esse é um compromisso que firmei com os meus colegas. Já dei a palavra para o meu partido, e para os demais partidos. Se quiserem alterar regimento, constituição, fiquem à vontade, mas a minha palavra já vale”, declarou o deputado, que dispensa a necessidade formalizar a decisão. 

Themistocles diz que, se eleito, não disputará mais a presidência da Alepi. (Foto: Arquivo O Dia)

Sobre as declarações do presidente nacional do Progressistas,  senador Ciro Nogueira, um dos principais articuladores da candidatura de Hélio Isaías, que tem defendido a renovação no comando da casa, Themistocles alfineta : “Quem é senador deve cuidar é do senado. O meu filho, Marcos Aurélio, foi eleito deputado federal e está cuidando da Câmara Federal. Eu não me meto”.

Com a possibilidade de ser reconduzido à presidência da Assembleia pela sétima vez,  Themistocles diz que quer deixar um legado positivo para o estado, ao finalizar sua passagem pelo comando do legislativo. “Nós já fizemos, e quem fez, fará mais. Implantamos o primeiro campus de Universidade Federal em um bairro, nossa Escola do Legislativo tem até pós-graduação, temos emissora de TV, rádio. A Assembleia ajudou o Piauí em todos os projetos importantes para o desenvolvimento do nosso estado”, avaliou Themistocles. 

“Discurso de praxe, ninguém leva a sério”, afirma Ciro sobre Themistocles 

O Senador Ciro Nogueira, presidente Nacional do Progressistas, se mostrou descrente ao comentar as declarações do presidente da Assembleia Legislativa, Themistocles Filho, que afirmou nessa quarta- feira (02) não pretende mais disputar a presidência da casa, caso seja reeleito em fevereiro . “Toda eleição ele fala isto. Discurso de praxe, ninguém leva a sério”, avaliou Ciro. 

Ciro preferiu não comentar as declarações do presidente da Alepi, que, ao comentar as articulações externas no processo de escolha da mesa diretora, chegou a afirmar que o senador piauiense estaria sem prestígio em Brasília, e por conta disso estaria se preocupando com a Assembleia. “Não perco meu tempo comentando as declarações dele”, minimizou. 

O senador também descartou a possiblidade do Progressistas desistir de lançar o nome de Hélio Isaías na disputa pela presidência da casa. Segundo ele, essa é uma decisão irreversível. “O Hélio é o nosso candidato, e vai vencer. Só tenho dúvidas se vai ser candidato único”, afirmou Ciro, que avalia que articulação entre Progressistas e PT vai resultar em uma ampla margem de votos. “ Mais de 20 [votos], se tiver disputa”, conclui Ciro.

Por: Natanael Souza

Deixe seu comentário