• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Acidentes causados por álcool e direção diminuem em Teresina, diz Detran

De 2017 aos dias de hoje, órgão contabiliza menos autuações e menos registros de acidentes causados por álcool e direção.

09/10/2019 15:26h - Atualizado em 11/10/2019 15:07h

Em entrevista ao Sistema O Dia nesta quarta-feira (09) o diretor do Detran-Piauí, Arão Lobão, afirmou que nos últimos anos houve reduçãono número de acidentes de trânsito na capital relacionados por motoristas sob efeito de álcool que assumem o volante.

Em sua fala, Arão destaca a parceria do Detran com órgãos municipais de trânsito (em Teresina a Strans) e mais Polícia Militar e BPRE como principal motivo do êxito da campanha, que age de forma permanente desde o ano de 2017.  Segundo o diretor, no início das abordagens realizavam alto número de autuações, hoje, após as campanhas e intensificação dos trabalhos o os índices de flagrantes de motoristas embriagados chegam a menos de 3% por ação de fiscalização.


Outro dado trazido que demonstra a redução dos números é a redução do número de pagamentos de seguros DPVAT para motoristas e pilotos de motocicleta que, segundo Arão, teve redução de 5% para casos de óbitos e 22% para pagamento de seguros para traumas e sequelas.

“São realidades que nós estamos percebendo, o que está faltando é otimizar as ações e aumentar a abrangência dessas ações de fiscalização”, afirma o diretor.

Este foi um dos pontos apresentados pelo diretor do Detran que, na última semana, esteve em reunião com o governador Wellington Dias, que pediu efetividade nas ações para redução de acidentes no estado .


Arão Lobão explica campanhas de redução de acidentes do Detran. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

Segundo o diretor, um estudo buscou informações junto aos hospitais municipais para elencar os pontos mais urgentes das ações, que contemplam fiscalização e campanhas educativas.

Apesar dos esforços citados por Arão, os números indicam que os acidentes com motocicleta no estado ainda são os principais causadores de lotação dos hospitais, sendo responsável por 88,26% das entradas nos hospitais estaduais analisados. Cidades como Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano são as que mais registram acidentes do tipo.

“Nós já estamos implementando essas ações, que vão acontecer de forma progressiva, planejadas justamente pra alcançar esse resultado que se espera”, explica o diretor.

Em sua entrevista o diretor também falou sobre a Operação Clone, que na última quinta-feira (03) cumpriu pelo menos 18 mandados judiciais de busca e apreensão e de prisão preventivas de supostos despachantes que fraudavam documentos par atentar dar aparência de legalidade a veículos roubados no Detran de Parnaíba.

De acordo com o diretor, o órgão mantém contato com a Secretaria de Segurança e avalia constantemente as ações suspeitas dentro da instituição, com apoio da direção do órgão que solicita investigações e operações. Sobre o caso de Parnaíba, o diretor afirma que não foi decretada prisão de nenhum funcionário do Detran de Parnaíba, somente pessoas que se passavam por despachantes.

“Preocupado com essas ações a gente vem, permanentemente comunicando a Secretaria de Segurança, solicitando providências, operações para [...] instauração de procedimentos investigatórios e apuração e indicação dos responsáveis para coibir abusos que o Detran vem sofrendo”, afirma Arão.

Por: Rodrigo Antunes

Deixe seu comentário