• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Aeroporto estima movimento de 20,8 mil passageiros no feriado

A estimativa é 31,4% superior à movimentação registrada no mesmo feriado de 2018.

12/11/2019 15:30h - Atualizado em 13/11/2019 10:33h

O Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina, deve receber mais de 20,8 mil passageiros durante o feriado da Proclamação da República, entre os dias 13 e 18 de novembro. A estimativa é 31,4% superior à movimentação registrada no mesmo feriado de 2018.

O número de aeronaves que passarão pelo terminal também deve crescer. Ainda de acordo com aeroporto, são esperadas 142 operações de pousos e decolagens, 14 a mais que as 128 registradas no feriado do ano passado.  

Aeroporto de Teresina. Foto: Arquivo O Dia.

Para garantir a fluidez nas operações e no funcionamento de toda infraestrutura aeroportuária durante o feriadão, uma série de ações foi adotada para atender ao aumento do fluxo de passageiros.

Serão reforçadas equipes de segurança, operações e de manutenção por meio de remanejamento das escalas de trabalho. Os “amarelinhos”, funcionários de colete amarelo da Infraero com a frase “Posso Ajudar/May I Help You?” estarão no local para tirar dúvidas e orientar os viajantes.

Sobre o Aeroporto

Com capacidade para receber 3,5 milhões de passageiros por ano, o aeroporto registra uma média diária de aproximadamente 3,2 mil viajantes. Atualmente, são 90 operações regulares semanais de três companhias aéreas - Azul, Gol, Latam. As rotas interligam Teresina a diversos destinos brasileiros, como São Luís (MA), Fortaleza (CE), Guarulhos e Campinas (SP), Brasília (DF), Recife (PE), além das conexões.

Guia do Passageiro 

Informações sobre viagens, direitos e responsabilidades do passageiro e da companhia aérea, podem ser conferidas no Guia do Passageiro. O material também traz explicações sobre o funcionamento do setor aéreo e dicas, como peso e devolução de bagagem, transporte de animais e produtos de origem animal e vegetal trazidos do exterior. O guia pode ser lido clicando aqui.

Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia com informações da Infraero

Deixe seu comentário