Disco voador? Aparelho de videomonitoramento em Teresina vira meme nas redes sociais

Strans esclarece que aparelho trata-se de um novo sistema de videmonitoramento que está em fase de teste na cidade e não tem por objetivo multar

20/10/2021 12:15h - Atualizado em 20/10/2021 13:12h

Compartilhar no

Disco voador, termômetro, máquina de sacar dinheiro, brinquedo de parque de diversão.... Foram muitas as especulações que surgiram nas redes sociais nesta semana para descobrir a utilidade de um equipamento instalado no cruzamento das Avenidas Miguel Rosa com a Quintino Bocaiuva, no Centro de Teresina. No entanto, o aparelho trata-se de um novo sistema de videmonitoramento que está em fase de teste na cidade.

Foto: Assis Fernandes/ODIA 

A Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informou que o equipamento possibilita o reconhecimento facial a longa distâncias. “O Totem é um posto avançado de videomonitoramento que está em fase de teste e foi instalado pela empresa IT Tecnologia e Informação, a ITT NET”, informou o órgão nas redes sociais.

Ainda segundo a Strans, o equipamento não tem por objetivo multar. “O totem não é um radar fixo, mas sim um equipamento que propiciará mais qualidade ao trânsito pois servirá como meio de prevenção e educação”, esclareceu o superintendente da Strans, Major Cláudio Pessoa.

O equipamento possibilita o reconhecimento facial a longas distâncias e é composto por câmeras capazes de identificar placas de veículos em até 80km. Além do reconhecimento facial, o totem será um aliado para os condutores que se envolvam em ocorrências. “O totem dispõe de um botão do pânico, que pode ser acionado para atendimento em casos de acidentes de trânsito e assaltos”, disse a Strans.

Foto: Assis Fernandes/ODIA 

De acordo com empresário Raimundo Evangelista, responsável pela implantação do totem em Teresina, a ideia partiu da prefeitura em busca de maior segurança para cidade. ""É um equipamento de alta precisão, onde temos câmeras de alto alcance, quatro câmeras abaixo e mais uma giroflex que colhe 360º. A função é trazer segurança, vigilância. Ele é composto também por vozes, onde ele emite sons educativos para a criança olhar para a direita, olhar para esquerda”, explicou.

O empresário disse também que o projeto é inovador e que tem sido procurado, também, pela iniciativa privada. "Já temos 16 pedidos desse equipamento para ser, por exemplo, instalado em condomínios", completou Raimundo Evangelista

Fotos: Assis Fernandes/ODIA 



É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário