• Enem
  • Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

"Não há riscos”, DER libera tráfego no elevado da Miguel Rosa

DER e Crea realizaram uma fiscalização no local na manhã desta quarta-feira (15) e tranquilizaram a população sobre a situação da obra.

15/05/2019 09:38h - Atualizado em 15/05/2019 12:17h

Após fiscalização, o Departamento de Estradas de Rodagens (DER-PI) liberou o tráfego no elevado da Miguel Rosa, que estava interditado deste o começo da noite desta terça-feira (14). Um vídeo que circulava nas redes sociais expôs avarias nos alicerces do elevado , inaugurado há menos de dois anos. 


Elevado da Miguel apresenta danos em sua estrutura menos de dois anos após a inauguração - Foto: Assis Fernandes/O Dia

O gerente de construção do DER, Matias Sales, afirma que estruturalmente não há nada afetado. “Não há risco de desabamento, por isso o trafego foi liberado. Fizemos uma vistoria, junto ao calculista responsável pelo projeto, onde constatamos que o dano não foi na estrutura em si, mas no aterro da rampa” disse. 


Matias Sales diz que não há risco de desabamento do elevado da Miguel Rosa - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Segundo Matias Sales, a previsão é de que em menos de 10 dias o problema seja resolvido. “Em obras de engenharia, é passível que problemas assim aconteçam. Vamos nos reunir com a construtora para traçar planos para revolver o problema. Provavelmente o asfalto será removido para identificar o problema no aterro. Contudo, não há risco de desabamento”, explica. 


Vídeo cedido por Pedro Cardoso

Fábio Peixoto, chefe de fiscalização do Crea, também esteve presente na vistoria do elevado da Miguel Rosa. “Não houve problemas estruturais graves, por isso o elevado foi liberado. Mas há um problema na contenção e isso precisa ser resolvido logo. Não podemos dizer se há relação ou não com o material usado, será preciso uma avaliação técnica mais precisa, por isso nos reuniremos com a construtora”, conta. 


Fábio Peixoto, chefe de fiscalização do CREA-PI - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Inaugurado em outubro de 2017, o elevado da Avenida Miguel Rosa tem 320 metros de extensão e quatro pistas de 3,5 metros de largura cada uma. A obra foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagens do Piauí (DER-PI).

Construtora Sucesso

Responsável pela obra, a Construtora Sucesso ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso. Representantes da empresa estiveram no elevado da Miguel Rosa fazendo uma vistoria e avaliando os danos, mas nenhum deles quis gravar entrevista. A Construtora Sucesso seria notificada nesta quarta-feira (15) pelo DER e pelo Crea. A reportagem de O Dia entrou em contato com a assessoria da empresa e foi informada de que o posicionamento oficial ainda está sendo aguardado para ser divulgado.

Por: Geici Mello e Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário