• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Sob decreto de isolamento, população lota agências bancárias em Teresina

Até o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, o Piauí contabiliza seis casos confirmados da doença e mais de 100 pessoas estão sendo monitoradas.

23/03/2020 16:08h

Mesmo com o decreto do Governo do Piauí para diminuir o fluxo de pessoas nas ruas e a recomendação de isolamento social para evitar o avanço do novo coronavírus, agências bancárias ficaram lotadas nesta segunda-feira (23) em Teresina. Até o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, o Piauí contabiliza seis casos confirmados da doença e mais de 100 pessoas estão sendo monitoradas.

Arquivo O Dia. Foto: Reprodução

Grandes filas se formaram do lado de fora das agências e também nas áreas de autoatendimento, para a utilização de caixas eletrônicos.

Em um vídeo divulgado em uma rede social, o presidente do sindicato dos Bancários do Piauí, Odaly Medeiros, disse que enviou ao governador do Piauí, Wellington Dias (PT), um ofício para que sejam fechadas todas as agências bancárias do Estado e que funcione somente os serviços essenciais.

“Dirigir-me ao governador, através de ofício, requerendo que no seu decreto fechasse as agências bancárias e atendesse apenas aos serviços essenciais. Essa não é só uma reivindicação da diretoria do sindicato, mas de toda a categoria bancária”, conta.

Odaly afirmou ainda que durante uma conversa com o govenador, ficou acertado que Dias vai analisar a proposta para depois emitir um posicionamento.

“O fato é de que eu vou continuar cobrando do governador um posicionamento. Nosso entendimento é que as agências bancárias não podem continuar assim. O fluxo de cliente muito alto, um risco muito grande não só para os trabalhadores como para a sociedade”, relatou.

Contingenciamento

Na semana passada, o Banco Central (BC) enviou às agências bancárias medidas de contingenciamento com ajustes nos horários de atendimento para evitar aglomerações de pessoas, diminuindo a exposição dos clientes e funcionários ao Covid-19, causador do novo coronavírus. Atualmente, cada agência tem autonomia para organizar o fluxo conforme sua preferência em cidades onde não foram baixados decretos para fechamento dos bancos por tempo indeterminado.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário