• Anuário 2017
  • Unimed
  • assinatura jornal

Notícias Piracuruca

16 de dezembro de 2015

Prefeitura recupera açude em localidade da zona Rural

As águas do açude são essenciais principalmente para 60 famílias que mantém a criação de pequenos animais

A Prefeitura de Piracuruca, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semaa), iniciou as obras de recuperação do açude da comunidade Deserto, zona rural do município. 
O prefeito Raimundo Alves Filho (PSD) vistoriou as obras de revitalização do açude e destacou a importância da obra para os moradores da região. “As águas do açude são essenciais para as famílias que mantém pequenas criações de animais. Essas famílias estão prejudicadas com a estiagem. Com a chegada do período chuvoso e com as intervenções feitas em sua estrutura, acreditamos que o açude volte a ser perene”, avalia. 

Com recursos próprios, a prefeitura tem feito escavações, ampliação e reforço da parede do açude (Foto: Divulgação)

Na localidade residem cerca de 60 famílias que utilizam as águas do açude para a criação de pequenos rebanhos. Raimundo Brito Neto, secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, explica que devido ao longo período de estiagem o açude, que era perene, secou. “
A seca do açude trouxe muitos prejuízos para os moradores que mantêm pequenas criações de animais na localidade Deserto. Com recursos próprios, a prefeitura tem feito a escavação, ampliação e o reforço das paredes do açude. A expectativa é que com a chegada do período chuvoso e com as intervenções o açude volte a encher e mantenha a sua característica de ser perene”, reforça. 
As máquinas iniciaram os trabalhos de melhorias no açude Deserto no domingo (13). O objetivo da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semaa) é estabelecer e executar de convivência com a seca, possibilitando qualidade de vida para moradores das zonas rurais atingidas com a estiagem.

26 de março de 2014

Pai desesperado denuncia negligência médica em Piracuruca

Sr. Manoel Damião procurou a emissora de Rádio da cidade para denunciar o caso

Nesta quarta-feira, 26 de março, compareceu à Rádio AM Sete Cidades de Piracuruca o senhor Manoel Damião, mestre de obras, morador do bairro de Fátima, denunciando negligência médica no caso de sua esposa, que estava grávida e vinha sendo acompanhada pelo médico Raimundo Alves Filho. A mesma estava sentindo dores há alguns dias e o médico orientou que ficasse em casa, em repouso, em casa tomando o remédio buscopan e aguardasse uma semana para que fosse examinada. Ao procurar o médico pessoalmente o mesmo disse que a paciente não estava grávida, segundo relato do esposo. A mesma perguntou se não estava grávida, como tinha o exame de sangue em mãos? O médico mandou a paciente fazer outro exame e mostrar pra ele uma semana depois. O senhor Manoel Damião mandou a esposa para Piripiri e a médica disse que ela havia perdido a criança e deveria procurar urgente a maternidade. Após isso dona Rosa recebeu um telefonema da atendente do consultório de Raimundo Alves para saber sobre sua saúde e para informar que a paciente tinha perdido a criança. Além do descaso na avaliação do caso desde as primeiras dores da gestante, o pai está revoltado pelo fato de o médico ter atendido a paciente cara a cara e não ter revelado a verdade sobre o aborto, só depois a atendente teria avisado por telefone o diagnostico verdadeiro, resultado este que o casal já tinha obtido em Piripiri. Além disso, ela passaria uma semana perdendo sangue em casa se tivesse obedecido à recomendação do médico. Manoel Damião disse que sempre foi um fiel seguidor político do médico, que também é prefeito de Piracuruca, mas pede que o mesmo nunca mais apareça em sua porta para pedir voto. Relatou outros casos onde pessoas necessitadas se viram decepcionadas com as atitudes do prefeito inclusive com recusa de cesta básicas para deficientes

31 de janeiro de 2014

PP reúne bases e recepciona novos filiados em Piracuruca

Partido reuniu todo o diretório para traçar ações de engrandecimento da sigla no município.

O diretório do Partido Progressista (PP), de Piracuruca, que tem como presidente o ex-vereador, Milton Melo, reuniu na noite dessa ultima quinta-feira, 30, na residência do próprio presidente, todos os filiados da sigla no município para discutir e traçar ações de engrandecimento do PP a nível local e consequentemente a sua colaboração para o engrandecimento do mesmo no estado.

Um dos temas abordados foi o de apoio integral ao diretório estadual diante seu posicionamento a sucessão do governo do estado e de um nome forte da sigla à câmara federal.

O presidente, Milton Melo, relembrou de fatos e ações que o partido realizou e vem realizando para o desenvolvimento de Piracuruca. De nomes importantes da política local nessa luta, citando como exemplo o ex-prefeito, vice prefeito e presidente de honra da sigla no município, Sr. Franklin Fontenele.

O consenso foi unânime de fortalecer o partido e prova disso foi à assinatura de fichas de novos filiados, dentre eles: a candidata a vereadora pelo PC do B em 2012, Lauzane e seu esposo, Pergentino; do estudante de radiologia, Thim Rocha, do ex-presidente do PPL em Piracuruca e líder comunitário, Ivan Sousa, do repórter fotográfico, Rafael Carvalho e do radialista, GK e, inúmeros outros de vários segmentos da sociedade.

O presidente da sigla, Milton Melo, externou sua satisfação às adesões e a tudo que foi discutido ali e, em um encontro com líderes do partido no estado, posteriormente, firmará a decisão do diretório local.

07 de janeiro de 2014

Agentes de endemias paralisam atividades em Piracuruca

Responsáveis por identificar e combater os focos de dengue na cidade, estão sem trabalhar por falta de bolsa para carregar o material de trabalho.

Foto: Ilustrativa 

Desde o dia 06 de janeiro de 2014 que a maioria dos agentes de endemias do município de Piracuruca está sem fazer seu trabalho no combate aos vetores das doenças endêmicas por falta de uma bolsa para carregar as substâncias químicas que são aplicadas nos imóveis do município e o restante do material de trabalho. As bolsas que estavam em uso foram adquiridas há mais de dois anos pelo município, e desde o início do segundo semestre do ano passado que os servidores reivindicam a renovação do material por que as bolsas já estavam rasgando devido o uso diário no trabalho em campo. Ao que se sabe, a promessa dada pelo poder público municipal foi de que as novas bolsas chegariam em 15 dias. Já se passaram 6 meses e nesse período os servidores utilizaram o jogo de cintura para desenvolver seu trabalho e proteger o povo de Piracuruca de doenças preventivas como a Dengue, algo que não foi possível fazer mais esta semana. Vale lembrar que o repasse para custear o trabalho dos agentes de endemias é feito do Ministério da Saúde diretamente para a prefeitura. As chuvas estão iniciando e o povo de Piracuruca corre um grande risco com a falta do trabalho preventivo realizado pelos Agentes de Endemias. Da redação.

12 de dezembro de 2013

Piracuruca: Bairro sofre com falta de abastecimento de água

Agespisa garante que obras serão concluídas em 30 dias.

Há mais de dois anos, o bairro Guarani, localizado no município de Piracuruca, região Norte do Piauí, sofre com a irregularidade no abastecimento de água. Mas a situação se agravou há um ano, quando foi iniciada a troca da tubulação no local.

Segundo a moradora Francisca Maria Pinheiro, falta água todos os dias na sua casa e, quando chega, não tem força suficiente para subir ao reservatório. âAté para lavar roupa na máquina é difícil. Tenho que acordar de madrugada porque é o horário que dá certoâ, disse Francisca Maria.

Além dos problemas de abastecimento, a moradora destaca que a obra da Agespisa não foi concluída, deixando as ruas do bairro esburacadas. âO calçamento foi todo cortado por causa da troca da encanaçãoâ, reclama.

Em nota, a Agespisa informou que a companhia já implantou mais de 18 mil metros de rede de distribuição em toda a cidade. A previsão é de que o serviço seja concluído nos próximos 30 dias. Também serão construídos dois reservatórios com capacidade de 500 mil litros de água, cada um, na Estação de Tratamento da cidade. 

Ao todo, foram destinados R$ 1,9 milhão na ampliação do sistema de abastecimento do município de Piracuruca, o que deve beneficiar mais de 2 mil pessoas, incluindo as que moram no Bairro Guarani.

07 de novembro de 2013

Dentistas denunciam aumento irregular de carga horária

Classe afirma ser perseguida pela Prefeitura de Piracuruca

O Sindicato dos Odontologistas do Estado do Piauí afirma que a classe está sofrendo perseguição administrativa e financeira por parte da Prefeitura de Piracuruca, distante 196 km de Teresina. O impasse teve início após a categoria revolver suspender atendimento à população, em decorrência das condições insalubres, atestadas pela Comissão de Fiscalização do Conselho Regional de Odontologia, para a prática da profissão.

Segundo o SOEPI, como forma de punição aos odontólogos que não aceitaram o reajuste salarial proposto pela prefeitura, que somaria ao vencimento dos profissionais o valor de  R$100, a secretaria de saúde do município aumentou em 40% a jornada de trabalho da categoria.

LEIA MAIS: CRO-PI suspende atendimento odontológico por conta de má estrutura 

A classe afirma que a decisão não corresponde ao que o Governo Federal determina. âSomos a favor da valorização do trabalhador em saúde e de sua justa remuneração dentro da carga horária de 40 horas que é estabelecida pelo Ministério da Saúde e vamos lutar sempre contra o abuso de poder ou atos discricionários exercidos por gestores mal qualificados para o cargoâ, explica o Dirigente Sindical, Marcondes Junior.

Procurada pelo PortalODIA, a prefeitura de Piracuruca desmente a veracidade das acusações e nega qualquer tipo de perseguição. O órgão afirma que apenas exigiu que os profissionais cumprissem a carga horária, pré-estabelecida no edital do certame ao qual eles se submeteram.

Segundo a prefeitura, a estrutura odontológica do município é a âmelhor possívelâ e que oito postos totalmente reformados e praticamente duplicados, com equipamentos e material da melhor qualidade,foram entregues à comunidade.

28 de outubro de 2013