• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Curimatá

09 de março de 2014

Protesto em Curimatá no dia Mundial da Àgua

Pelo fim do desmatamento da Serra do Gado Bravo

Toda comunidade curimataense esta convidada para um protesto contra a produção de carvão vegetal na Serra do Gado Bravo, que será realizado no dia 22 de março as 08:00 da manhã com saída em frente ao fórum municipal.

Chegou a hora de agirmos não podemos mas nos calar e fingir que não estamos vendo a destruição da nossa vegetação.

Em 20 de março de 1995, foi sancionada pelo prefeito em exercício de Curimatá Erasmo Lima Castro, que era o vice-prefeito de Dr. Wilson Granjeiro, a Ãrea de Proteção Ambiental (APA) da Serra do Gado Bravo. A lei de n° 498, de 20/03/1995 foi criada pelo vereador da época Sr. Josafá Carvalho Correia, que tem em seu poder uma cópia do Projeto de Zoneamento Ambiental da Serra do Gado Bravo, produzido pela CEPRO (Centro de Pesquisas Econômicas e Sociais do Piauí), que tem como objetivo âDesenvolver um programa ambiental para a região (da Serra do Gado Bravo) que trace diretrizes de uso e ocupações do solo, orientar tomadas de decisões referentes a preservação dos recursos naturais renováveis e não renováveis ali existentes, em consonância com a exploração racional dos mesmosâ.

A Serra do Gado Bravo está situada no Sul do Piaui, distante 18 km da idade de Curimatá constitui-se em uma área de grande importância para a comunidade curimataense, tendo em vista a existência de flora primitiva, fauna bastante diversificada, algumas espécies constam na relação do IBAMA de animais em extinção, como tatu canastra, tatu-bola, araras, jacu, caititus, etc. 


Conforme o projeto, a área a ser preservada é de 8.171.25 ha. (Oito mil cento e setenta e um hectares e vinte e cinco ares).

Temos ainda o olho dâágua âSertãoâ, que nasce nas escarpas da Serra, que é a fonte abastecedora da sede municipal.

há um sítio arqueológico catalogado pela Universidade Federal do Piauí.

O potencial turístico é extraordinário, lindas paisagens, cavernas e rochas fantásticas, apesar da destruição.

As consequências já estão a olho nu, vamos lutar pelo fim das carvoarias em nossa Curimatá, vamos deixar de lado o partidarismo político e pensar no bem da Cidade, ou seja é para o bem de todos.

Mas quantos caminhões como este, você precisa ver saindo da cidade com toneladas de carvão.

 Todos os danos causados hoje serão colhidos em um futuro bem próximo.

 Toda a população ficara prejudicada, estão poluindo as nascentes responsáveis pelo abastecimento de água.Portanto no dia mundial da Ãgua, 22 de março vamos as ruas lutar pelos nossos direitos.

Junte-se  a essa causa ela também é sua. Participe!

CONFIRA IMAGENS DO PROTESTO:


28 de outubro de 2013