• assinatura jornal

Notícias Miguel Alves

10 de julho de 2015

Prefeitura de Miguel Alves vai entregar mais de 300 cisternas na zona rural

Prefeitura de Miguel Alves vai entregar mais de 300 cisternas na zona rural

A prefeitura de Miguel Alves recebeu mais de 300 cisternas de armazenamento de água para consumo humano que serão entregues na zona rural do município neste mês. A ação faz parte do Programa Água para Todos, que na primeira etapa, concluída em fevereiro deste ano, instalou 893 cisternas a aposentados e famílias beneficiadas pelo Bolsa Família em comunidades rurais.

Nesta segunda fase, mais de mil cisternas com sistema automático de captação de água serão entregues na zona rural através do Programa Água para Todos, executado pelo Ministério da Integração Nacional, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em parceria com a prefeitura municipal.

De acordo com o secretário de Agricultura de Miguel Alves e presidente do Conselho do Programa no município, Adauto Nascimento, os equipamentos são importantes para garantir a captação e armazenamento de água para moradores que sobrevivem da agricultura familiar. “Cada cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água e é aproveitada para o consumo de água das famílias que não possuem poços tubulares”, explica.

Para a prefeita de Miguel Alves, Salete Rêgo, os resultados da execução do programa no município motivaram muitas famílias a buscar o benefício na segunda etapa. “Temos o compromisso de garantir apoio ao desenvolvimento da zona rural. As cisternas contribuem para melhorar a vida dos moradores do campo, mantendo água de qualidade às famílias, principalmente em períodos de maior escassez”, complementa Salete Rêgo.

Mais de 700 pessoas são beneficiadas com Brasil Alfabetizado

Mais de 700 pessoas são beneficiadas com Programa Brasil Alfabetizado em Miguel Alves

O município de Miguel Alves realizou nessa semana o encerramento do Programa Brasil Alfabetizado em solenidade que aconteceu no Centro de Convivência do Idoso (CCI). Durante a realização do Programa, foram beneficiadas 778 pessoas – dentre jovens, adultos e idosos que não sabiam ler, escrever e não possuíam instrução formal.

Na avaliação da prefeita Salete Rêgo, os objetivos do plano de alfabetização desenvolvido pela prefeitura em Miguel Alves - e que contempla a execução do Brasil Alfabetizado, programa executado pela prefeitura em parceria com o Governo Federal - foram alcançados.

“Educação é nossa prioridade. Superar o analfabetismo é colaborar diretamente para o desenvolvimento social de Miguel Alves e, consequentemente, para a melhoria de vida dos cidadãos. Os resultados do Programa Brasil Alfabetizado são, portanto, muito positivos”, destaca Salete Rêgo.

O secretário de Educação do município, Jilton França, garante que a prefeitura continuará a ofertar as aulas por meio do Brasil Alfabetizado, pois, segundo ele, há ainda um grupo de pessoas a serem alfabetizadas que também está nas metas da Secretaria de Educação para ser alcançado.

"O Brasil Alfabetizado abre possibilidades para quem não teve oportunidade de se alfabetizar no tempo certo. A prefeitura continua trabalhando para viabilizar a manutenção do Programa em Miguel Alves, enquanto for necessário para atingirmos nossos objetivos no sentido de garantir educação de qualidade a todos", diz.

09 de julho de 2015

Prefeitura de Miguel Alves vai entregar mais de 300 cisternas na zona rural

Prefeitura de Miguel Alves vai entregar mais de 300 cisternas na zona rural


A prefeitura de Miguel Alves recebeu mais de 300 cisternas de armazenamento de água para consumo humano que serão entregues na zona rural do município neste mês. A ação faz parte do Programa Água para Todos, que na primeira etapa, concluída em fevereiro deste ano, instalou 893 cisternas a aposentados e famílias beneficiadas pelo Bolsa Família em comunidades rurais.

Nesta segunda fase, mais de mil cisternas com sistema automático de captação de água serão entregues na zona rural através do Programa Água para Todos, executado pelo Ministério da Integração Nacional, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em parceria com a prefeitura municipal.

De acordo com o secretário de Agricultura de Miguel Alves e presidente do Conselho do Programa no município, Adauto Nascimento, os equipamentos são importantes para garantir a captação e armazenamento de água para moradores que sobrevivem da agricultura familiar. “Cada cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água e é aproveitada para o consumo de água das famílias que não possuem poços tubulares”, explica.

Para a prefeita de Miguel Alves, Salete Rêgo, os resultados da execução do programa no município motivaram muitas famílias a buscar o benefício na segunda etapa. “Temos o compromisso de garantir apoio ao desenvolvimento da zona rural. As cisternas contribuem para melhorar a vida dos moradores do campo, mantendo água de qualidade às famílias, principalmente em períodos de maior escassez”, complementa Salete Rêgo.

Prefeitura de Miguel Alves intensifica ações de combate ao calazar

Prefeitura de Miguel Alves intensifica ações de combate ao calazar no município

A prefeitura de Miguel Alves está intensificando as ações de combate à leishmaniose, conhecida popularmente como calazar. Os agentes de endemia passam por treinamentos para colaborar com a prevenção da doença infecciosa, mas não contagiosa, que atinge principalmente cachorros na zona urbana.

Uma equipe formada por agentes de endemia vai realizar a borrifação em diversas áreas, da zona urbana e rural, notificadas com casos em humanos (leishmaniose visceral, ou calazar, além da leishmaniose tegumentar, ou cutânea). O objetivo é eliminar o vetor transmissor da doença ao ser humano, os insetos conhecidos como flebótomos ou flebotomíneos, através do controle químico.

De acordo a prefeita Salete Rêgo, o trabalho de controle da leishmaniose é contínuo e visa diminuir a incidência da doença no município com a identificação também de outras fontes de infecção, que podem ser animais silvestres e o cão doméstico. “Nossos agentes realizam o combate aos focos, solicitam exames para detectar o problema e, em caso de confirmação da doença, fazem o recolhimento dos animais infectados”, explica.

Segundo ainda Salete Rêgo, a prevenção do calazar inclui a vacinação e a rápida comunicação aos agentes sempre que os sintomas aparecerem nos animais. “É necessário que os moradores também tomem medidas para se proteger, por isso também prestamos informações sobre como evitar a doença. A colaboração direta da população é importante para que o problema seja eliminado”, conclui.

Campanha de combate ao calazar

Em abril, a prefeitura de Miguel Alves realizou uma campanha de combate ao calazar através de ações preventivas junto à população. Equipes de agentes de endemias foram distribuídas nos bairros, escolhidos aleatoriamente ou de acordo com o volume de incidência da doença, e realizaram um trabalho preventivo e educativo com os moradores das zonas urbana e rural no município. 

06 de julho de 2015

Agricultura Familiar garante alimentação a alunos em Miguel Alves

Produtos da Agricultura Familiar garantem alimentação saudável aos alunos da rede pública de Miguel Alves

Mais de 50 escolas públicas municipais de Miguel Alves utilizam os alimentos produzidos pelos agricultores familiares do município no cardápio da merenda escolar.  Na última sexta (4), a prefeita da cidade, Salete Rêgo, acompanhada da equipe da Secretaria de Agricultura, fez a entrega simbólica dos produtos a alunos da rede municipal como forma de apresentar oficialmente a iniciativa.

Em Miguel Alves, a produção agrícola familiar é adquirida pela Prefeitura e destinada à merenda das escolas de Ensino Infantil e Fundamental. No total, são oito tipos de alimentos utilizados, que incluem milho, melancia, pimentão, alface, cheiro-verde, abóbora, batata e feijão. “Além de incentivar o desenvolvimento sustentável através da produção familiar, a parceria garante uma alimentação saudável aos nossos alunos”, explica Salete.

Desde o início da gestão atual, a Prefeitura de Miguel Alves cumpre a Lei 11.947/09, que destina no mínimo 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da Agricultura Familiar.

Mais de 30 agricultores familiares abastecem as unidades escolares com gêneros alimentícios saudáveis e frescos. Os produtos são inseridos na alimentação dos alunos durante três vezes na semana, de acordo com o cardápio do dia. “Com o programa, ajudamos a gerar emprego e renda ao município, já que os agricultores não precisam se deslocar a outros locais para vender os alimentos, e contribuímos para a alimentação balanceada e nutritiva das crianças e jovens”, informa Adauto Nascimento, secretário de Agricultura de Miguel Alves.

01 de julho de 2015

Nova ambulância beneficia moradores da zona rural de Miguel Alves

Nova ambulância beneficia moradores da zona rural de Miguel Alves

A população de Miguel Alves recebeu, na semana passada, uma nova ambulância adquirida com recursos próprios da Prefeitura. O automóvel atenderá os moradores das comunidades Centro do Designo e Porto do Designo, na zona rural do município.

A ambulância foi entregue durante a realização do Programa Prefeitura Perto de Você, no dia 24 de junho, que levou serviços de saúde e sociais para os mais de 5 mil moradores do assentamentos Designo, onde residem quase 1.000 famílias.

“Em razão do grande número de famílias que moram na comunidade e da dificuldade de deslocamento dessas pessoas para buscar assistência médica, consideramos importante ampliar o atendimento de saúde com essa ambulância”, ressalta o secretário municipal de Saúde, Marcos Simeão.

Com a entrega, Miguel Alves passa a contar com quatro ambulâncias. Essa nova aquisição faz parte do plano de melhorias da saúde pública municipal, executado pela Prefeitura desde o ano passado, que visa ampliar os serviços na atenção básica à população. O plano ainda contempla a obtenção de dois carros pickups para o transporte das equipes de saúde.

Para a prefeita de Miguel Alves, Salete Rêgo, as melhorias na área da saúde são prioridade da gestão pública. “Vamos continuar buscando investimentos e parcerias para ampliar o atendimento em saúde do município. Temos convicção que, assim, alcançaremos também melhorias nas demais áreas de desenvolvimento social do município”, destaca.

Transporte gratuito de pacientes

No próximo mês, os miguelalvenses receberão um micro-ônibus, que realizará o transporte gratuito de pacientes eletivos para Teresina ou outras cidades mais próximas que sejam referência em atendimento de média e alta complexidade. Miguel Alves foi um dos 31 municípios da macrorregião de saúde Entre Rios contemplados com o automóvel.

Ao todo, 30 micro-ônibus beneficiarão pacientes dos municípios com a parceria firmada entre as prefeituras e o Estado, através do programa QualiSUS, do Governo Federal. "O agendamento será feito por meio da Central de Regulação, que emitirá a passagem, com data e hora, para o transporte dos pacientes da Secretaria Municipal de Saúde”, explica Marcos Simeão.